Ícone do site Felipe Mateus

Cidade Flutuante “Teraiate” – Pangeos

Não é segredo pra ninguém a minha admiração pelo universo offshore em geral seja no mar ou isolado terra eu sempre tenho interesse por tipo de vida. Hoje navegando pelo meu google discover encontrei  um falando sobre uma cidade flutuante elétrica.

É magnífico pensar que existe uma cidade flutuante capaz de navegar por qualquer continente do mundo e tem suas próprias leis nacionais. Gosto dessa ideia mas parecia uma ideia elitista já que os navios até então eram poucos e os preços eram super caros.  Isso mudou com a Pandemia, que fez grandes empresas de cruzeiros venderem seus navios, onde muitos foram transformados em condomínios flutuantes com preços mais acessíveis do que as alternativas milionárias.

O “Teraiate” – Cidade flutuante

O Pangeos the terayacht é um projeto de um designer de uma mega cidade flutuante feito pela empresa de designers Lazzarini design studio. O que mais chama atenção nesse projeto é o formato diferente de tartaruga.

A cidade flutuante tem 550m de comprimento e 610m de largura e oferece capacidade para até 60 mil pessoas. Esse é um projeto audacioso conta com botão na polpa que permite a entrada de outras embarcações, além de praias artificiais. 

A cidade flutuante foi projetada para navegar com motores elétricos que poderiam chegar a 5 nós. Esse projeto está sendo desenvolvido desde de 2019 pela Lazzarini design studio e pretende tirar do papel em breve em um estaleiro na Arábia Saudita.

Fotos

Imagem frontal do teraiate - Cidade Flutuante

Vídeos

O que eu achei da cidade flutuante?

Sempre gosto de novidades e coisas diferentes porém eu coloco esse projeto no campo da ficção científica porque é tanta coisa que não vi antes que nem acredito que seja real fazer. Contudo se acharem alguém que esteja disposto a financiar esse projeto será curioso ver ele sendo colocado em pratica.

O que mais me encanta desse projeto é possibilidade de existir uma cidade que possa navegar por ai. Porém tem algumas perguntas que faço, essa cidade poderá viajar no oceano aberto aguenta as ondas? E navegar pelos polos será que aguenta a diferença de temperatura?

Em síntese gostei do projeto e gostaria que ele fosse bem sucedido em seus desafios que não são poucos para que possamos ver mais projetos do tipo.